“Genitália: Corpo, Museu e Patrimônio em Pernambuco” lança podcast com Dandara Pagu

comissao-temporaria-covid-19-ouve-ministro-das-comunicacoes
Comissão Temporária Covid-19 ouve ministro das Comunicações
julho 30, 2021
sebrae-realiza-pesquisa-sobre-comercio-de-produtos-tipicos-regionais
Sebrae realiza pesquisa sobre comércio de produtos típicos regionais
julho 30, 2021
“genitalia:-corpo,-museu-e-patrimonio-em-pernambuco”-lanca-podcast-com-dandara-pagu

Iniciativa é realizada pelo Laboratório de Expografia do Departamento de Antropologia e Museologia da UFPE, e conta com incentivo do Funcultura

Postado em:

Funcultura

Divulgação

A pernambucana Dandara Pagu é fundadora do bloco carnavalesco Vacas Profanas, e é reconhecida pela luta por pautas anti-racistas e feministas

Realizado pelo Laboratório de Expografia do Departamento de Antropologia e Museologia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), o projeto “Genitália: Corpo, Museu e Patrimônio em Pernambuco”, produzido com incentivo do Funcultura, está com episódio novo disponível nas principais plataformas de streaming do Museológicas Podcast. O quinto de seis programas da série conta desta vez com Dandara Pagu, do bloco Vacas Profanas, numa entrevista feita por Marília Nepomuceno (mestranda em Antropologia UFPE) e Ana Cláudia Rodrigues (professora do PPGA-UFPE) sobre o tema “Corpos na rua: tradições contestadas e resistência no carnaval”, um debate sobre o corpo da mulher negra e a resistência na rua.

O Museológicas Podcast é uma ação do Departamento de Antropologia e Museologia e do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFPE. O projeto surgiu de uma curadoria feita no acervo do Museu do Homem do Nordeste (MuHNE), que buscou pelas presenças e ausências de genitálias, e que culminou na realização de uma exposição curricular do Bacharelado em Museologia (UFPE), intitulada “Genitália: o sagrado e o profano do corpo”.

A partir deste projeto inicial uma série de questionamentos foi suscitada, especialmente em diálogo com acontecimentos recentes sobre a presença de corpos nus, e genitálias, em espaços museográficos e públicos. Para isso, a iniciativa conta com uma série de conversas com artistas e pesquisadores gravadas em seis podcasts da série “Genitálias”, O resultado deste trabalho também resultará num livro digital, a ser publicado após a apresentação de todos os poadcasts.

A equipe, composta por pesquisadores e pesquisadoras dos campos da Antropologia, História e Museologia, partirá do trabalho de artistas como Christina Machado e Francisco Brennand, bem como de acervos de museus, para pensar as genitálias e suas intersecções a partir de um olhar multidiscliplinar.

Ficha Técnica projeto “Genitália: Corpo, Museu e Patrimônio em Pernambuco”:


Coordenação Geral: Elaine Müller


Produção Geral: Marília Nepomuceno


Produção Executiva: Júlia Morim


Pesquisa: Alexandro de Jesus, Elaine Müller, Emiliano Dantas, Francisco Sá Barreto, Gleyce Kelly Heitor, Joana D’arc Lima, Júlia Morim e Rodrigo Acioli


Design: Olívia Morim


Realização: Expolab (Departamento de Antropologia e Museologia/UFPE)


Parceria: Museológicas Podcast (Departamento de Antropologia e Museologia/UFPE)


Incentivo: Funcultura/PE

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *