Dona do Facebook tem pior performance no ano entre as 500 maiores empresas na bolsa de NY

Cabo realiza ações de conscientização no Novembro Azul
novembro 3, 2022
Projeto reserva recursos do FAT para o financiamento das microempresas
novembro 4, 2022


Desde janeiro, ações já caíram 73% em relação ao mesmo período do ano passado. Gastos na criação do metaverso preocupam investidores, mas são defendidos por Zuckerberg. Ações da Meta enfrentam péssimo momento na bolsa de NY
Reuters
A Meta, controladora do Facebook, do Instagram e do WhatsApp, já registra a pior performance no ano entre as 500 maiores empresas na bolsa de Nova York. Está na lanterninha do famoso índice S&P 500, da Standard & Poor.
Ao longo do ano, as ações da Meta acumulam 73% de queda em relação ao 2021. Um dos piores dias foi a última quinta-feira (27), um dia após a empresa divulgar seus resultados de julho a setembro, quando o lucro caiu pela metade na comparação com o mesmo trimestre do ano passado.
O mercado reagiu e as ações da dona do Facebook caíram 25% naquela quinta.
No ano, o presidente-executivo Mark Zuckerberg perdeu mais de US$ 100 bilhões e despencou nas listas de bilionários
Google, Facebook e Microsoft vivem mau momento no mercado de ações: o que está acontecendo com as ‘big techs’?
Gastos com o metaverso
Um dos pontos mais preocupantes para os investidores são os gastos na criação do metaverso, universo paralelo anunciado como o futuro da internet.
Até agora, em 2022, o Reality Labs, unidade de metaverso, resultou em perdas de US$ 9,44 bilhões em receita, somando-se aos US$ 10 bilhões do ano passado. E a empresa projeta que as perdas crescerão ainda mais em 2023. Os frutos só deverão ser colhidos daqui a uma década.
ENTENDA: em que pé está o metaverso?
Zuckerberg defendeu o investimento junto aos acionistas. “Olha, eu sei que muita gente pode discordar desse investimento. Mas, pelo que posso dizer, entendo que isso (o metaverso) vai ser uma coisa muito importante e acho que seria um erro não focarmos em nenhuma dessas áreas”, disse Zuckerberg em conferência com acionistas da Meta na última quarta-feira (26).
Initial plugin text

Compartilhe
Márcio Junior
Márcio Junior
MBA em Tecnologia de Marketing Digital e Redes Sociais, Pós graduado em Influência Digital estratégia e conteúdo pela PUC-RS, Especialista em Segurança da Informação, Bacharel em Comunicação Social Publicidade e Propaganda, Formado em Administração de Empresas com Ênfase em Sistemas de Informação, Teólogo. Fui professor de Web animação na FATECJP Faculdade de Tecnologia de João Pessoa. Secretário da Convenção Estadual da Assembleia de Deus Madureira em Pernambuco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *