Programa UniverCidade chega para integrar a academia, o ambiente de inovação e o setor produtivo em prol do desenvolvimento científico e da geração do emprego e renda

banda-sinfonica-do-recife-faz-concerto-solidario-nesta-quarta-feira
Banda Sinfônica do Recife faz concerto solidário nesta quarta-feira
maio 28, 2024
jaboatao-entra-em-estagio-de-atencao-nesta-terca-feira
Jaboatão entra em Estágio de Atenção nesta terça-feira
maio 28, 2024
programa-univercidade-chega-para-integrar-a-academia,-o-ambiente-de-inovacao-e-o-setor-produtivo-em-prol-do-desenvolvimento-cientifico-e-da-geracao-do-emprego-e-renda

programa-univercidade-chega-para-integrar-a-academia,-o-ambiente-de-inovacao-e-o-setor-produtivo-em-prol-do-desenvolvimento-cientifico-e-da-geracao-do-emprego-e-renda

Proposta da Prefeitura do Recife é articular diversos atores para potencializar ações de alto impacto em prol do avanço do ecossistema de inovação e do desenvolvimento. (Foto: Heudes Régis/TV Conecta)

Apoiar, conectar e fomentar a comunidade acadêmica do Recife. Esse é o objetivo do programa “UniverCidade: Caminhos para Transformação Acadêmica”, que foi lançado pela Prefeitura do Recife nesta segunda (27), durante evento no Cinema do Porto Digital, com a participação de representantes das principais instituições de ensino da região: UFPE, UPE, IFPE, UNICAP, UFRPE, UniFAFIRE, Faculdade SENAC e CESAR School.

O UniverCidade é uma iniciativa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, desenhada para fomentar a integração entre as Instituições de Ensino Superior, o ambiente de inovação local e o setor produtivo. Alinhado com as diretrizes do Pacto Recife pela Inovação, o programa busca consolidar o Recife como um polo de desenvolvimento tecnológico e científico, promovendo a colaboração ampla entre as partes. Essa sinergia é essencial para impulsionar projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, proporcionando um ecossistema dinâmico.

“Hoje reforçamos o compromisso da gestão municipal com o desenvolvimento científico e tecnológico do Recife. Já reunimos o setor produtivo para fazer a adesão ao Pacto Recife pela Inovação e, neste evento, formalizamos o ingresso da academia neste movimento que visa, de forma conjunta e coordenada, posicionar nossa cidade como líder em inovação, transformando os desafios urbanos em oportunidades de crescimento sustentável”, explica o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Recife, Rafael Figueiredo.

Dentre as ações que compõem o UniverCidade, destacam-se várias iniciativas de impacto significativo. O Eita! e o EitaLabs, por exemplo, voltados para a inovação aberta. O Escritório de Parcerias Inovadoras fomenta as pequenas soluções e às conectam com o setor público. Outro destaque é a recém-lançada Rede NIT (Rede dos Núcleo de Inovação Tecnológica da cidade do Recife), que busca fortalecer a comunidade de núcleos de inovação. Por fim, foi apresentada à comunidade a plataforma Coreto que é um espaço de encontro e que reunirá todas essas iniciativas para a troca de ideias e oportunidades, essencial para a construção de redes colaborativas online e offline.

“As vantagens do UniverCidade são múltiplas e abrangem diversas áreas. Para as instituições de ensino, o programa oferece oportunidades de financiamento/fomento, acesso a comunidades que reúnem o ecossistema acadêmico, e a possibilidade de desenvolver projetos em parceria com a Prefeitura do Recife. Para os estudantes, representa a entrada para o mundo da inovação, capacitações, mentorias e eventos. Para o Recife, o programa é um motor de desenvolvimento econômico, atraindo investimentos, gerando empregos de alta qualificação e posicionando a cidade como um centro de excelência em ciência e tecnologia”, destaca Rafael Figueiredo.

Além do lançamento dos programas, o evento ainda promoveu importantes painéis de discussão, com temáticas como “Boas práticas sobre Inovação e Empreendedorismo na Universidade”, “Oportunidades do ecossistema para a comunidade acadêmica” e “A estratégia de Inovação Aberta da cidade do Recife”. 

Plataforma Coreto – Tudo isso vai acontecer por meio da plataforma Coreto, que está em desenvolvimento pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação. “É esta ferramenta que permitirá que tudo isso aconteça, ao integrar todos esses atores e permitindo que demanda e oportunidades se encontrem. Por exemplo, uma empresa pode cadastrar um desafio para algum obstáculo em sua produção e a academia pode propor alguma solução. Ou seja, vamos aproximar e facilitar a conexão entre as partes deste ecossistema: esse será nosso papel enquanto poder público”, explica Rafael Figueiredo. 

A Coreto também facilitará o acesso aos recursos, com a publicação de editais dos principais programas de apoio e investimentos,  atração de oportunidades externas e impulsionamento de startups. “A plataforma está sendo construída para apoiar a classe empreendedora e criativa da cidade, facilitando o acesso às oportunidades. Apostamos nessa política pública para ajudar a cidade e transformar realidades”, finaliza.

The post Programa UniverCidade chega para integrar a academia, o ambiente de inovação e o setor produtivo em prol do desenvolvimento científico e da geração do emprego e renda first appeared on Hoje Pernambuco.

Fonte: Hoje Pernambuco
www.hojepe.com.br

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *