Zilda Cavalcanti comenta síndrome infantil

Senado debate PEC de privatização de praias
maio 28, 2024
Seleção: 56 vagas Auxiliar Educação Infantil
maio 28, 2024

Secretária de Saúde de Pernambuco Avalia Surto de Síndrome Respiratória e Balanço de Gestão

A secretária de Saúde de Pernambuco, Zilda Cavalcanti, analisou os desafios enfrentados pelo governo estadual na assistência às crianças com síndrome respiratória, destacando as peculiaridades do surto ocorrido este ano. Segundo ela, houve um comportamento epidemiológico distinto, afetando crianças mais novas, entre zero e seis meses, o que sobrecarregou o sistema de saúde estadual.

Nas palavras da secretária, “este ano, esse surto na pediatria teve um comportamento epidemiológico diferente. Ele passou a acometer muitas crianças menores, de zero a seis meses, e elas são de maior especificidade, porque boa parte das equipes de saúde que tratam na pediatria não têm formação no cuidado desses menores”. Ela explicou que isso gerou dificuldades na disponibilidade de leitos e na capacidade de atendimento adequado.

Em relação às críticas recentes sobre atrasos na entrega de leitos de pediatria, Zilda Cavalcanti reafirmou seu compromisso com o trabalho e respondeu aos pedidos de sua saída, justificando que assumiu o cargo com a promessa de priorizar o atendimento à população: “Sigo com esse propósito firme da hora em que acordo à hora que eu vou dormir todos os dias, não tenho outra resposta a não ser essa: eu sigo trabalhando”.

Além disso, a secretária abordou os problemas de segurança em unidades de saúde do estado, mencionando o incidente no Hospital Barão de Lucena, onde uma criança recém-nascida foi atingida por uma bala perdida. Zilda Cavalcanti relatou a rápida resposta das autoridades e destacou a implementação de postos policiais 24 horas em grandes hospitais de alta complexidade como medida preventiva.

No balanço de sua gestão, Zilda Cavalcanti ressaltou a abertura de novos leitos de pediatria, a habilitação de serviços de atenção materno-infantil em Vitória e Salgueiro, e a inauguração da emergência cardiológica no Hospital Eduardo Campos, em Serra Talhada. Ela enfatizou que essas ações visam promover uma maior regionalização da saúde, buscando melhorar o acesso e a qualidade dos serviços prestados à população.

Fotos Divulgação

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *